quinta-feira, 28 de julho de 2016

Adolescente denuncia exploração sexual por médico e políticos em SP

A Polícia Civil instaurou nesta quarta-feira (27), um inquérito para investigar a denúncia de exploração sexual de uma adolescente de 13 anos que teria sido abusada por pelo menos dois políticos, um médico, um advogado e um funcionário público na cidade de Ipiguá, na região de São José do Rio Preto (SP).
A denúncia foi feita pelo Conselho Tutelar. A menor teria sido aliciada por uma mulher de 38 anos, que seria namorada de Abner Calixto, suspeito de matar o delegado de São José do Rio Preto, Guerino Solfa Neto, durante uma tentativa de assalto no mês passado. Calixto está preso.
O caso veio a público na última terça-feira (26). Em entrevista à TV TEM, afiliada da Rede Globo, a menor contou que no início do ano foi expulsa de casa pela mãe, que é usuária de drogas, e foi morar com um namorado. Depois que o relacionamento terminou, ela continuou na casa do rapaz e a mãe dele, que já fazia programas, teria exigido que a menor também se prostituísse para pagar pela comida e moradia.
A aliciadora marcava os encontros por celular e a adolescente recebia entre R$ 50 e R$ 200 por programa. Ainda de acordo com a menor, a mulher forneceria cocaína, que ela usava antes de se prostituir. Os clientes buscavam a garota em casa ou em um ponto previamente combinado. Os programas aconteciam em motéis.
A adolescente conta que foram quatro meses de exploração sexual, até que ela soube que o namorado da aliciadora, Abner Calixto, era suspeito de matar um delegado de polícia. O crime aconteceu na noite de 25 de junho e Calixto foi preso três dias depois, em São Paulo. Assustada, ela procurou uma conhecida e contou toda a história. Foi essa mulher quem levou o caso ao conselho tutelar, dando início às investigações.
O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público por meio da Promotoria da Infância e Juventude e também pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). Com a instauração do inquérito pela polícia nesta quarta-feira (27), os suspeitos de terem abusado da menor devem ser ouvidos. A adolescente foi levada para um abrigo fora de Ipiguá. O local está sendo mantido em sigilo para evitar que ela receba ameaças.


quarta-feira, 27 de julho de 2016

E agora? A hora está chegando







As eleições estão chegando. É hora de  votar. É hora de escolher quem vai governar o seu município. Para muitos parece fácil para outros, deixa vida  me levar.O  certo é que vai acontecer a eleição.
É um ato sério, o ato de votar, Tem gente   que até não leva a sério, mais é sério.
E o seu voto tem um grande valor. O valor da transformação. o valor de um município melhor.o  seu voto é a sua consciência. Portanto vote   e  só você vai saber para quem votou.
A decisão é sua

terça-feira, 26 de julho de 2016

"Foi a coisa mais feia que já vi na minha vida", diz Xuxa sobre pé de Pelé


 

2
Do UOL, em São Paulo
Conhecida por ter namorado Pelé no início dos anos 80, Xuxa falou sobre o Rei do futebol durante seu programa desta segunda-feira (25). Após Thiaguinho falar que não tem um pé bonito, a apresentadora interrompeu o cantor e revelou um detalhe curioso sobre o ex-jogador.

"Eu vou te dizer uma coisa: eu nunca vi um pé tão feio como o do Pelé. É horrível. Eu posso falar porque ele sabe que eu sempre falo isso. Foi a coisa mais feia que eu já vi na minha vida. E ele dizia assim pra mim: 'Ah, mas esse pé já me deu muitas alegrias'. Mas, pessoal, é muito feio. Ele tem garras", revelou a apresentadora.

Após Thiaguinho insistir que o seu pé é mais feio que o de Pelé, ele foi interrompido novamente por Xuxa.

"Teu pé deve ser lindo comparado com o do Pelé. Não tem pior que o dele. É muito feio. Pode acreditar", disse a apresentadora, arrancando uma gargalhada do seu convidado.

Além de Pelé, Xuxa já namorou celebridades como Ayrton Senna e Luciano Szafir. Atualmente a apresentadora tem um relacionamento com o ator e cantor Junno Andrade

Mulher de Lula cobra R$ 300 mil da Bancoop e da OAS por apartamento no Guarujá Julia Affonso, Ricardo Brandt e Fausto Macedo

A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva ajuizou ação na 34.ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo contra a Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) e a empreiteira OAS cobrando R$ 300.817,37 "em parcela única e imediata". Os valores, segundo os advogados da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003/2010), se referem a restituição sobre cota-parte do apartamento 141 adquirida pela ex-primeira dama no condomínio Mar Cantábrico, atual Solaris, no Guarujá, litoral paulista.
Marisa, Lula, o filho mais velho do casal Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha, e mais 13 investigados são alvo de denúncia do Ministério Público de São Paulo. Lula é acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica por supostamente ocultar a propriedade do tríplex 164-A no Solaris, reformado pela OAS ao custo de R$ 777 mil.
O tríplex 164-A é um caso emblemático na mira da Operação Lava Jato. A Polícia Federal e a força-tarefa do Ministério Público Federal atribuem ao petista a propriedade do imóvel. O caso está nas mãos do juiz federal Sérgio Moro. A defesa de Lula afirma que ele não é o dono do tríplex.
O Solaris era da Bancoop, a cooperativa fundada nos anos 1990 por um núcleo do PT. Em dificuldade financeira, a Bancoop repassou para a OAS empreendimentos inacabados, o que provocou a revolta de milhares de cooperados - eles protestam na Justiça que a empreiteira cobrou valores muito acima do previsto contratualmente.
Na ação distribuída para a 34.ª Vara Cível da Capital, Marisa afirma que, em abril de 2005, assinou Termo de Adesão e Compromisso de Participação com a Bancoop e adquiriu "uma cota-parte para a implantação do empreendimento então denominado Mar Cantábrico". A previsão de entrega, de acordo com a defesa da ex-primeira-dama, era 2007.
Segundo o documento, subscrito pelos advogados Roberto Teixeira, Cristiano Zanin Martins, Maria de Lourdes Lopes e Rodrigo V. Domingos, a Bancoop reservou previamente uma unidade do edifício que seria construído para Marisa Letícia.
"No caso, o apartamento 141 no Edifício Navia, uma unidade padrão, com três dormitórios (um com banheiro) e área privativa de 82,5 metros quadrados", descreveram os criminalistas.
Os advogados afirmam que Marisa Letícia pagou a entrada de R$ 20 mil, as prestações mensais e intermediárias até setembro de 2009. Segundo os criminalistas, naquele ano, a Bancoop repassou o empreendimento à OAS e deu duas opções aos cooperados: solicitar a devolução dos recursos financeiros integralizados no empreendimento ou adquirir uma unidade da OAS, por um valor pré-estabelecido, utilizando, como parte do pagamento, o valor já pago à Cooperativa.
A defesa afirma que Marisa Letícia à época não se manifestou sobre o tema, o fazendo em 2015 quando pediu a restituição dos valores colocados no empreendimento. Os advogados sustentam que, desde então, a Bancoop "não realizou a devolução do valor investido ou forneceu qualquer justificativa".
"Diante disso, esgotados os meios amigáveis e suasórios, a presente ação de restituição de valores tornou-se necessária", aponta a defesa.
"A autora (Marisa Letícia) chegou, posteriormente, a estudar a possibilidade de adquirir uma unidade no Edifício Solaris usando, como parte de pagamento, os valores que haviam sido pagos à Bancoop. Mas essa hipótese não se transformou em realidade, razão pela qual em 26 de novembro de 2015 a autora solicitou a restituição do valor integralizado no empreendimento ao assinar o Termo de Declaração e Requerimento de Demissão do Quadro de Sócios da Seccional Mar Cantábrico ("Termo de Demissão")."
Para os advogados, "ao assumir o empreendimento e comercializá-lo, a OAS se tornou co-responsável pelo ressarcimento da cota-parte dos cooperados".

Ipecaetá: Marcell e Suéder farão convenção no mesmo dia


  
 

A cidade de Ipecaetá viverá um sábado (30) de muita movimentação política. É que o prefeito Dr. Marcell (PSD), que é candidato à reeleição, e sua oponente Suéder Santana (PMDB) terão convenção no mesmo dia. O ex-prefeito Elcior Piaggio será o vice de Dr. Marcell e o vereador Ademir o vice de Suéder Santana. (Foto ilustração: Dr Marcell e Suéder)

Administração Política Governante pode ficar impedido de prever reajuste de servidor para vigorar após mandato

   
Da Redação | 26/07/2016, 14h32
Os governantes poderão ser proibidos de determinar aumento de despesas com pessoal que repercutam após os seus mandatos. Projeto de lei complementar (PLS 389/2015 – Complementar) com esse objetivo deve ser votado pelo Senado no retorno dos trabalhos, em agosto. Se aprovada, a matéria segue para Câmara dos Deputados.
A proposta, do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), chegou a ser discutida na última sessão deliberativa de julho, mas devido à falta de quorum a votação ficou para agosto.  Na ocasião, Ferraço afirmou que o projeto aperfeiçoa a Lei de Responsabilidade Fiscal ao proibir a prática reiterada do chefe do poder Executivo, em diversos entes da Federação, de aumentar a despesa de pessoal com repercussão financeira nos mandatos seguintes.
— Esses aumentos nos gastos de pessoal podem e têm comprometido seriamente a capacidade financeira e econômica dos futuros governos. O que nós estamos disciplinando para que o governante possa conceder o aumento que achar que deve conceder, de acordo com a sua realidade fiscal, financeira e econômica, no período do seu mandato — argumentou.
Com o projeto, Ferraço procurou enquadrar qualquer ato com potencial para aumentar gastos de pessoal com ocupantes de cargo, emprego ou função pública, tanto na administração direta como na indireta. O texto deixa claro que a vedação se aplica, por exemplo, a concessões de vantagens, aumentos e reajustes salariais, além de alterações de estrutura de carreiras e de subsídios.

'Sombra alheia'

Durante discussão na Comissão Especial para o Aprimoramento do Pacto Federativo, Ferraço comparou essa prática do Executivo a “fazer piquenique na sombra alheia”, observando que até presidentes da República seguem o padrão. Como exemplo, citou a rodada de aumentos que estão sendo concedidos na esfera federal.
— Se esse projeto já estivesse aprovado, nós não poderíamos, por exemplo, estar dando aumentos como estamos dando, para além de 2018, pois um governante não pode comprometer a estabilidade e equilíbrio dos outros governantes — exemplificou.
O relator na comissão, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), elogiou o texto, pois a seu ver os mecanismos de vedação previstos na LRF são insuficientes para evitar, no caso das despesas de pessoal, atos de “irresponsabilidade especialmente para o futuro”. Na análise, observou que a legislação se limita a impedir que os governantes adotem atos que resultem em aumentos da despesa de pessoal nos seis meses anteriores ao final de seus mandatos, sem vedar a previsão de aumentos que tenham início em mandatos posteriores.
— Desse modo, o projeto está completo e aperfeiçoado e atende a todos os requisitos formais e materiais. No mérito, igualmente, recebe o nosso aplauso ← disse Anastasia.

Arnaldo Lira deixa o Flu de Feira para seguir carreira política


Por Redação Galáticos Online | Fotos: Divulgação / Fluminense de Feira

Após ter dado um grande passo para chegar às oitavas de final da Série D ao vencer o Sete de Setembro (MS) por 2 a 0, neste domingo (25), o Fluminense de Feira foi pego de surpresa nesta segunda-feira (26). O clube amanheceu com a notícia de que perderá seu técnico para a sequência da competição.
 
Apesar da boa campanha, Arnaldo Lira pediu demissão do Touro do Sertão. O motivo é a escolha do treinador pela carreira política.
 
Lira anunciou que será candidato a vereador de Fortaleza nas eleições deste ano e agora se dedicará apenas à sua campanha. A despedida do comandante do clube feirense acontecerá no próximo domingo (31), novamente conta o Sete de Setembro, em Dourados (MS), quando o Flu decidirá a vaga nas oitavas.
 
Lamentando muito a decisão do técnico, a diretoria do clube sequer definiu um substituto.
 

Flamengo e America


 

  • DESTAQUECÉU E INFERNO
    O Flamengo aumentou a sequência invicta no Brasileirão para três jogos. Com um início de segundo tempo consistente, o Rubro Negro fez 2 a 1 e impôs a décima segunda derrota ao América-MG, que afundou ainda mais na lanterna na competição. Guerrero e Alan Patrick, de pênalti, construíram a vitória dos cariocas, que agora estão a dois pontos do G-4. O Coelho até esboçou uma reação com Juninho, mas não teve forças para aproveitar a queda de rendimento do Flamengo na última metade da etapa final.
  • DESTAQUEPANORAMA E AGENDA
    O triunfo colocou o Flamengo na sexta colocação na tabela de classificação com 27 pontos. Em outra realidade, o América-MG segue chafurdado na lanterna com apenas oito pontos ganhos, nove distante da saída da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, os dois times entram em campo somente no domingo. No Independência, o América-MG recebe o Grêmio. No Couto Pereira, o Flamengo visita o Coritiba.
  • DESTAQUE1° TEMPO
    O Flamengo teve um problema antes do início da partida. Jorge sentiu dores no joelho, e Chiquinho teve que ocupar a vaga. Com a bola rolando, sono profundo dos dois times na primeira metade da etapa inicial. Finalização só aos 23 minutos - em uma bola isolada pelo zagueiro Juan depois de um cruzamento da esquerda. A tentativa bizarra, porém, acabou sendo suficiente para ligar o botão do jogo. O ritmo cresceu em seguida. Principalmente do Fla, que iniciou uma pressão e chegou a ter 73% de posse de bola. Foram ao todo 10 finalizações rubro-negras. Guerrero ainda teve gol bem anulado. Ele, aliás, foi o que mais chutou a gol no primeiro tempo: 3 vezes.
  • DESTAQUE2° TEMPO
    A pontaria que faltou ao Flamengo no primeiro tempo, sobrou no início da etapa final. Avassalador nos 15 primeiros minutos, construiu a vantagem que seria capital na queda de rendimento posterior. Guerrero, de primeira, o abriu o placar após aproveitar lindo cruzamento de Pará. Em seguida, Alan Patrick converteu o pênalti marcado depois de Roger cortar o passe dentro da área com a mão. Porém, o sinal de tranquilidade virou apreensão. O América-MG acordou no jogo. Marcou com Juninho, aos 35, e martelou até o fim. Faltou força. O Flamengo deixou Cariacica com a sua oitava vitória no Brasileirão.
  • DESTAQUEGUERRERO
    O centroavante do Flamengo teve mais uma boa atuação com a camisa do Flamengo. Mostrando vontade e movimentação, o atacante foi fundamental na vitória rubro-negra. Ainda no primeiro tempo, quando o Fla tinha dificuldades para assustar o gol mineiro, Guerrero teve gol bem anulado. Na etapa final, cresceu com o time. Abriu o caminho da vitória ao marcar após belo cruzamento de Pará e ainda colocou uma bola na trave do Coelho.
  • DESTAQUEENFIM, O GOL
    Depois de seis rodadas em branco, o América-MG voltou a marcar no Campeonato Brasileiro. E um volante foi o responsável pelo fim do jejum. Juninho aproveitou de primeira o bom cruzamento de Danilo e pôs fim à série incômoda. Será o início de uma luz no fim do túnel?