quinta-feira, 30 de abril de 2015

Pais de crianças abusadas cobravam R$ 14 por sexo com filhos, diz polícia


Os pais das cinco crianças que foram vítimas de abuso sexual em Piracanjuba, no sul de Goiás, foram novamente presos pela Polícia Civil suspeitos de aliciar os próprios filhos para prostituição. Eles cobravam valores entre R$ 14 e R$ 100 para que as crianças fossem levadas a casas e chácaras, onde seriam vítimas de estupros e atos libidinosos, afirmou o delegado Vicente de Paulo, responsável pelo caso. Além dos pais das crianças, três homens foram presos suspeitos de pagar pelos “serviços” ao casal, e outro segue foragido. O irmão mais velho das vítimas, de 17 anos, foi apreendido no último dia 11 de abril suspeito de abusar dos menores com a conivência dos pais. Na ocasião, o adolescente confessou os crimes à polícia, mas depois disse que foi obrigado a mentir. Ele segue em um centro de internação para menores na capital.
Investigação: O delegado conta que desde o início sabia que o casal, de 33 e 59 anos, permitia que os filhos mais novos, com idades entre 5 e 14 anos, fossem abusados. Por isso, eles foram detidos na mesma ocasião que o filho mais velho, por suspeita de omissão. No entanto, cerca de 10 dias depois, os pais foram liberados pela Justiça e passaram a responder em liberdade. “Isso foi importante para as investigações, pois eles se sentiram tranquilos e acharam que não seriam mais pegos. Aí conseguimos encontrar mais elementos que comprovaram que eles não só sabiam que os filhos eram abusados sexualmente, mas que recebiam dinheiro por isso e intermediavam essa negociação”, explicou Paulo. Durante as investigações, a polícia chegou até uma chácara na cidade, onde funcionava uma espécie de ponto de encontro dos clientes com as crianças. “Além de dinheiro, o casal também recebia pagamentos em produtos. Em toda a minha carreira, esse é o caso mais escatológico que eu já investiguei”, afirmou o delegado. Na última terça-feira (28), os policiais cumpriram mandados de prisão contra os pais e três suspeitos de pagar para abusar das crianças. Outro homem ainda é procurado. O delegado disse que os suspeitos foram indiciados por financiamento à prostituição, pedofilia e estupro de vulnerável. Todos seguem presos em Piracanjuba. 
Abusos: As vítimas – quatro meninos de 7, 10, 12 e 14 anos, e um menina, de 5 – foram levadas para um abrigo e estão sob a responsabilidade do Conselho Tutelar. De acordo com o delegado, os familiares não podem se aproximar dos menores, que recebem auxílio psicológico. “Mas é visível que todas estão traumatizadas. Elas sofreram muito e não será fácil superar”, disse Paulo. Segundo a investigação, o adolescente de 17 anos começou a abusar do irmão, de 14, há pelo menos 10 anos. No entanto, o menor só começou a ser investigado por outros delitos há cerca de um ano. "Ele já tinha passagem por tráfico de drogas e, há um ano, começamos a apurar também o envolvimento dele com furtos na região", disse o delegado. Durante essa apuração, a polícia recebeu a denúncia de que ele também estuprava os irmãos. Por isso, uma equipe do Conselho Tutelar foi designada para acompanhar sigilosamente a família. Foram comprovados não apenas os atos sexuais, mas também a omissão dos pais.
Exame: "A conselheira, junto com a mãe, levou a criança menor, de 5 anos, a um médico legista. Lá, ele comprovou que a menina havia sido violentada. Mesmo assim, a mãe não esboçou nenhuma reação, agiu como se não tivesse ocorrido nada. Nem pensou em procurar a polícia. Desde então, confirmamos que ela e o esposo consentiam com os abusos", explica. As vítimas ainda disseram à polícia que os estupros ocorriam no quarto dos pais, quando elas voltavam da escola. Segundo o delegado, os pais deixavam o imóvel e iam caminhar nos arredores da residência. "Os pais não explicaram o porquê dessa atitude. Na verdade, eu acho que eles têm medo do filho", conta Paulo.

Comentários:

Velório de Anchieta é nesta sexta no ‘Dom Pedro’ em Feira

O jornalista Batista Cruz, comunicou, nesta quinta-feira à noite,  através do facebook, o falecimento do irmão dele, o ex-secretário municipal de Comunicação, Anchieta Nery.
O velório e missa de corpo presente do jornalista será amanhã, a partir da 8 horas, na capela do Hospital Dom de Alcântara.
O corpo será levado à tarde para cremação em Salvador.

CCJ aprova PEC que permite a estados criar municípios





 

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 56/07, que devolve aos estados o direito de legislar sobre a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de municípios.
Pelo texto aprovado, a autorização para criar, incorporar, fundir ou desmembrar municípios dependerá de lei estadual, obedecidos os requisitos previstos em lei complementar e após consulta prévia às populações diretamente interessadas por meio de plebiscito.
Autor da PEC, o ex-deputado Vicentinho Alves justificou a proposta afirmando que, desde 1996, com a promulgação da Emenda Constitucional 15, tornou-se inviável a criação de municípios. Com a Emenda 15, a criação de municípios é feita por lei estadual, mas dentro de período determinado por lei complementar federal.
Relator na CCJ, o deputado Décio Lima (PT-SC-foto)recomendou a aprovação da PEC principal e das apensadas 101/07 e 23/11. “Nada vejo nas propostas que tenda a abolir a forma federativa de Estado ou a separação de poderes ou ainda o voto ou os direitos e garantias individuais”, disse Lima

Prisão para quem mata animal



Tem muita  gente que mata animal sem   mesmo ter nenhum motivo. 
Em virtude deste fatos, a Câmara Federal aprovou a lei que  condena as pessoas que praticam este c  crime em até 4 anos
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira projeto que criminaliza atos violentos praticados contra cães e gatos. De acordo com a proposta, são penalizadas ações que atentem contra a vida, a saúde e a integridade física ou mental dos animais. O texto, agora, segue para análise do Senado.
O projeto, de autoria do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), estabelece pena de um a três anos para quem matar um cão ou gato. Atualmente, a pena varia de três meses a um ano, além de multa, para quem praticar maus-tratos contra animais. Se a ação resultar na morte do bicho, a pena é elevada em até um terço. Originalmente, a previsão do novo texto era de cinco a oito anos de prisão, mas os deputados reviram a medida por avaliarem que a punição estava muito alta - poderia, em alguns casos, se igualar ao crime de homicídio, que varia de seis a vinte anos de cadeia.

Um confronto entre a Polícia Militar e professores em Curitiba deixou cerca de 150 pessoas feridas

Um confronto entre a Polícia Militar e professores em Curitiba deixou cerca de 150 pessoas feridas, segundo a prefeitura de Curitiba, algumas delas em estado grave, na tarde desta quarta-feira, 29. A Tropa de Choque fazia um cerco ao prédio da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), quando o conflito começou e os manifestantes, a maioria deles professores, foram agredidos. Os ativistas estavam nas proximidades da Alep para acompanhar a votação do projeto que autoriza o governo estadual a mexer no fundo de previdência dos servidores do Estado.
Entre os feridos estão o cinegrafista Rafael Passos da CATVE, que foi atingido por uma bala de borracha, e um cinegrafista da Band, atacado por cachorros dos policiais. A confusão teve início quando um dos líderes sindicais ligado aos professores disse que o projeto seria votado, independentemente dos protestos contrários. A PM teria avançado em direção aos manifestantes. Lideranças que estavam sobre um caminhão, no Centro Cívico, passaram a pedir ambulâncias para cuidar das pessoas feridas.
Um professor identificado como Davi disse que levou três tiros de bala de borracha e outras pessoas, segundo ele, chegaram a levar até seis de tiros. Os feridos foram levados para o subsolo do prédio da Prefeitura de Curitiba, que foi transformado em uma espécie de "ambulatório

Maior doadora de Leite Materno

Do

Pernambucana doa mais de 300 litros de leite e quer entrar para o Guinness (Foto:  Ederval Trajano / Acervo pessoal)
A mulher que afirma ter batido o recorde mundial de doação de leite materno, com 417 litros em 11 meses, Michele Rafael Maximino, 31 anos, deixou Quipapá, na Zona da Mata de Pernambuco, e se mudou para o Recife após ser "motivo de chacota" na cidade onde estava morando.
"Recebi o apoio de muitas entidades, gente nos Estados Unidos mandando mensagem de incentivo, para que eu continuasse doando, mas mesmo assim não podia sair na rua sem escutar risinhos. Estava difícil viver lá, então vim para o Recife, onde tenho a minha família por perto e acho que tudo vai ser melhor", disse Michele, que está atualmente morando na casa de sua mãe, na Várzea.
Enquanto Michele Maximino amamenta a filha, técnica extrai leite do outro seio (Foto: Ederval Trajano / Acervo pessoal)
Pouco depois do nascimento da filha, produção de
Michele era mais intensa (Foto: Ederval Trajano
/ Acervo pessoal)
De acordo com o marido de Michele, o professor Ederval Trajano, "as chacotas começaram quando Danilo Gentilli fez uma piada em rede nacional, em outubro do ano passado. Isso tirou nosso sossego". Em 3 de outubro de 2013, o humorista Danilo Gentili fez uma piada sobre a pernambucana durante o programa "Agora É Tarde", da Rede Bandeirantes. No dia 30 do mesmo mês, a 2ª Vara Cível de Olinda determinou que a emissora retirasse da internet o trecho do programa no qual o comentário é feito, sob pena de pagar R$ 5 mil por cada dia que o vídeo fique no ar. Até o momento, a emissora e o humorista recorreram duas vezes, mas o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) manteve a punição inicial. O processo ainda não foi encerrado.
Michele afirmou que passou dias sem conseguir dormir por conta da piada e pela maneira que estava sendo tratada na rua, o que prejudicou a sua saúde e o volume das doações de leite. "Mas agora estou feliz, tenho certeza que as pessoas aqui entenderão e não vão ficar apontando e coisas do tipo. Além disso, fica mais fácil para fazer doações", disse Michele.
Nesta segunda-feira (3), ela fez uma doação de 4,1 litros ao banco de leite da Maternidade Bandeira Filho, em Afogados, Zona Oeste da cidade. Michele afirma que irá doar até que sua filha, que está com um ano e seis meses, pare de amamentar. Um dos seios já secou, mas o outro continua produzindo leite.
O casal ainda não começou a procurar por uma casa na cidade, mas afirma que a família deve continuar na Várzea, pois Ederval, que era professor concursado em Quipapá, deve conseguir, em breve, a transferência para uma escola do bairro.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Relação de Partidos Políticos/Partidos registrados no TSE

Mais informações sobre o conteúdo Impressão

Partidos políticos registrados no TSE

Clique na sigla do partido político para ter acesso aos dados do diretório nacional da agremiação (endereço, telefone, fax,e-mailsite), bem como ao estatuto e suas alterações, e eventuais normas complementares.
Partidos registrados no TSE
0001
SIGLA
NOMEDEFERIMENTOPRESIDENTE NACIONAL
1PMDBPARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO30.6.1981
MICHEL MIGUEL ELIAS TEMER LULIA
15
2PTBPARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO3.11.1981
CRISTIANE BRASIL
14
3PDTPARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA10.11.1981CARLOS LUPI12
4PTPARTIDO DOS TRABALHADORES11.2.1982RUI GOETHE DA COSTA FALCAO
13
5DEMDEMOCRATAS11.9.1986JOSÉ AGRIPINO MAIA
25
6PCdoBPARTIDO COMUNISTA DO BRASIL23.6.1988JOSÉ RENATO RABELO
65
7PSBPARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO1°.7.1988CARLOS ROBERTO SIQUEIRA DE BARROS
40
8PSDBPARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA24.8.1989AÉCIO NEVES DA CUNHA
45
9PTCPARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO22.2.1990DANIEL S. TOURINHO
36
10PSCPARTIDO SOCIAL CRISTÃO29.3.1990VÍCTOR JORGE ABDALA NÓSSEIS
20
11PMNPARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL25.10.1990TELMA RIBEIRO DOS SANTOS
33
12PRPPARTIDO REPUBLICANO PROGRESSISTA29.10.1991OVASCO ROMA ALTIMARI RESENDE
44
13PPSPARTIDO POPULAR SOCIALISTA19.3.1992ROBERTO FREIRE
23
14PVPARTIDO VERDE30.9.1993JOSÉ LUIZ DE FRANÇA PENNA
43
15PTdoBPARTIDO TRABALHISTA DO BRASIL11.10.1994LUIS HENRIQUE DE OLIVEIRA RESENDE
70
16PPPARTIDO PROGRESSISTA16.11.1995CIRO NOGUEIRA LIMA FILHO
11
17PSTUPARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO19.12.1995JOSÉ MARIA DE ALMEIDA
16
18PCBPARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO9.5.1996IVAN MARTINS PINHEIRO*
21
19PRTBPARTIDO RENOVADOR TRABALHISTA BRASILEIRO18.2.1997JOSÉ LEVY FIDELIX DA CRUZ
28
20PHSPARTIDO HUMANISTA DA SOLIDARIEDADE20.3.1997EDUARDO MACHADO E SILVA RODRIGUES
31
21PSDCPARTIDO SOCIAL DEMOCRATA CRISTÃO5.8.1997JOSÉ MARIA EYMAEL
27
22PCOPARTIDO DA CAUSA OPERÁRIA30.9.1997RUI COSTA PIMENTA
29
23PTNPARTIDO TRABALHISTA NACIONAL2.10.1997JOSÉ MASCI DE ABREU
19
24PSLPARTIDO SOCIAL LIBERAL2.6.1998LUCIANO CALDAS BIVAR
17
25PRBPARTIDO REPUBLICANO BRASILEIRO25.8.2005MARCOS ANTONIO PEREIRA
10
26PSOLPARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE15.9.2005RAIMUNDO LUIZ SILVA ARAÚJO
50
27PRPARTIDO DA REPÚBLICA19.12.2006ALFREDO NASCIMENTO
22
28PSDPARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO27.9.2011GUILHERME CAMPOS JÚNIOR, no exercício da presidência55
29PPLPARTIDO PÁTRIA LIVRE4.10.2011SÉRGIO RUBENS DE ARAÚJO TORRES54
30PENPARTIDO ECOLÓGICO NACIONAL19.6.2012ADILSON BARROSO OLIVEIRA51
31 PROSPARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL24.9.2013EURÍPEDES G.DE MACEDO JÚNIOR90
32SD SOLIDARIEDADE24.9.2013PAULO PEREIRA DA SILVA77
(*) Nos termos do § 1º do art. 58 do estatuto do PCB, para fins jurídicos e institucionais, os cargos de Secretário Geral do Comitê Central e de Secretário Político dos Comitês Regionais e Municipais equiparam-se ao de Presidente do Comitê respectivo.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Feira de Santana: hospital EMEC informa que Anchieta Nery continua vivo

Nota do Hospital Emec sobre o estado de saúde de Manuel Anchieta Nery de Souza.
Nota do Hospital Emec sobre o estado de saúde de Manuel Anchieta Nery de Souza.
Na tarde de hoje (28/04/2015), a equipe médica do Hospital EMEC emitiu boletim informando que Manuel Anchieta Nery de Souza, ex-secretário de comunicação de Feira de Santana e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana, “encontra-se internado em estado grave sob cuidados intensivos.”
A nota é assinada pelo médico Wagner Ribeiro (CRM: 14725) coordenado da Unidade de Terapia Intensiva do (UTI) do hospital. O documento foi encaminhado por Paulo Ricardo Fernandes Santos, Gestor de Contratos e Relacionamento com OPS – Hospital EMEC, à redação do Jornal Grande Bahia.
Confira teor da nota
Feira de Santana, 28 de abril de 2015.
Nota de esclarecimento para imprensa
A pedido da família do paciente Manuel Anchieta Nery de Souza , a UTI do Hospital EMEC informa que o mesmo ainda encontra-se internado em estado grave sob cuidados intensivos.
Atenciosamente,
Dr. Wagner Ribeiro Coordenador médico da UTI CRM: 14725
Consulta
O Jornal Grande Bahia consultou por telefone, na tarde de ontem, o funcionário da Uefs Alencar Cerqueira sobre o estado de saúde de Anchieta Nery. Alencar acompanhava os fatos, e encontrava-se nas instalações do hospital Emec, ao lado de familiares do ex-secretário.
No momento exato da ligação, ele encontrava-se ao lado de uma das filhas de Anchieta Nery. Ela confirmou, para Alencar, a morte encefálica do pai, e o local do velório, Capela do Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA). No mesmo instante, Alencar retransmitiu a informação à redação do Jornal Grande Bahia.
O boletim médico informando que Anchieta Nery permanece vivo, traz alívio e esperança.

Ex-prefeito vai a Júri Popular acusado de mandar matar radialista



 
Radialista foi morto em outubro de 1997 na presença do filho (Foto: Radar 64)

Radialista foi morto em outubro de 1997 na presença do filho (Foto: Radar 64)

O presidente do Tribunal de Júri da Comarca de Eunápolis, juiz Otaviano Andrade de Souza Sobrinho, marcou para o dia 18 de maio, o julgamento dos quatro acusados de envolvimento na morte do radialista Ronaldo Santana, 38 anos, ocorrido em outubro de 1997. Quase 18 anos após o crime que chocou a imprensa, com repercussão mundial, os suspeitos vão sentar no banco dos réus.
O ex-prefeito de Eunápolis, Paulo Ernesto Ribeiro da Silva (o Dapé), é apontado como mandante do crime, tendo como coautores, o bancário Antônio de Oliveira (Toninho da Caixa), Maria José Ferreira (conhecida como Maria de Sindoiá) e Waldemar Batista de Oliveira (Dudu). Na ocasião do crime eram todos servidores públicos e empregados na Prefeitura de Eunápolis.
O julgamento está previsto para começar às 8h30 da manhã, no Fórum de Eunápolis.(Radar64)
 
 

D Helder Câmara





   
A imprensa noticia que foi aberto, no Vaticano, o processo para a beatificação de Dom Hélder Câmara. A beatificação é o primeiro passo, antes da canonização. Realizada a beatificaçãoos fiéis, nas missas e nos atos religiosos, dirigirão suas preces ao beatificado invocando-o assim: Beato Hélder Câmara. Depois, com a canonização, o tratamento reverencial devido será: Santo Hélder Câmara.
Fico boquiaberto ao lembrar que apertei a mão de um beato, quando ele ainda vivia neste mundo. E mais que isto: falei com o beato.
Quanto estou às vésperas de marcar, no calendário, a oitava década de vida neste mundo, essas lembranças trazem-me conforto espiritual.
Meu último encontro com Hélder Câmara aconteceu no Recife, em 1997, dois anos antes da partida do beato em direção à morada definitiva, certamente mais confortável que a modesta morada que ele habitava, na periferia da capital de Pernambuco, onde era vizinho dos pobres e abandonados.
Quando tomou posse como Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Hélder habitou o imponente Palácio Episcopal. Mas não se sentiu bem nesse nobre endereço. Vendeu o imóvel e aplicou o dinheiro na construção de casas para os pobres. Decidiu morar na periferia que, ali sim, estaria junto daqueles que mais ele amava.
A primeira coisa que observei, ao chegar (os juízes aprendem a observar detalhes), foi a total falta de proteção na casa. Embora isto não fosse da minha conta, supus que era do meu dever admoestá-lo: Dom Hélder, o senhor anda falando coisas que não são do agrado dos poderosos. Será fácil praticar aqui um assassinato, sem deixar pistas. Ele respondeu com um gesto e uma frase. Curvou a cabeça e disse: Está vendo estes fios de cabelo que ainda restam? Não cai um único fio sem que Deus permita.
Eu respondi: o senhor é um homem de Fé, Dom Hélder. Minha Fé tem o tamanho de um grão de mostarda. Peço a Deus que este encontro com sua pessoa, que esta vinda a sua casa, aumente minha Fé. Fui atendido. Depois deste dia acreditei com muita mais força e vigor no Cristo de Dom Hélder Câmara.
Por que usei a expressão Cristo de Dom Hélder Câmara? Que Cristo é esse?
É o Cristo na visão do profeta Hélder. Não é o Cristo que fica dentro das igrejas. Não é apenas o Deus que se fez homem. É o Cristo que está nas periferias, nas prisões, nas filas quilométricas dos hospitais, nas filas do Bolsa Família, nos corredores dos fóruns pedindo Justiça. Foi a este Cristo Vivo, não ao Cristo histórico, foi a esse Cristo que Hélder Câmara dedicou sua vida.
João Baptista Herkenhoff é magistrado aposentado (ES), professor e escritor.